PuerpérioHoje resolvi pesquisar sobre o tema PUERPÉRIO e, lendo vários artigos sobre o assunto, lembrei-me de como foi os meus primeiros dias pós-parto.

Puerpério

Eu chorava a todo o momento: chorava quando olhava para minha pequena, chorava quando pensava no dia de amanhã, chorava quando ela mamava, chorava quando ela chorava..rs. Foi dias de pura emoção. Não conseguia achar explicação convincente para aquela choradeira toda, meu marido me perguntava o motivo do choro e eu não sabia dizer. E a explicação é esta para todas as mulheres: Período do Puerpério.

É conhecido como puerpério o período de seis a oito semanas após o parto. É o período que o corpo da mulher irá se recuperar das mudanças que ocorreram durante a gestação e o parto. Neste período a mulher irá desenvolver a capacidade de produzir leite. Este momento é emocionalmente delicado. A mulher se vê provedora e responsável em cuidar de todas as necessidades do bebê. Como se “caísse a ficha” de que sua vida nunca mais será a mesma.

Todas as mudanças do corpo e da mente, somadas as necessidades de cuidar bem do bebê, traz sobre os “ombros” da nova mãe uma grande insegurança, sensação de incapacidade, medo de não conseguir, medo de morrer, etc. Neste período é de extrema necessidade o apoio e a compreensão da família e do companheiro.

Nesta fase, não apenas para recuperar o esforço relacionado ao parto, mas também pela necessidade de adaptação à nova condição de mãe, é importante que se controle o número de visitas ou quando ocorrer visitas, que estas sejam rápidas para se preservar este momento íntimo e particular.

Uma forma de amenizar este desconforto é tentar manter uma alimentação saudável e leve de fácil digestão e a ingestão de líquidos para ajudar na produção do leite. Excesso de gordura e de açúcar nunca foi benéfico e continuará sendo nesta fase.

No caso de ocorrer obstipação intestinal, recomenda-se uma dieta rica em fibras, vegetais e frutas – como mamão e ameixa – auxiliam no retorno das funções intestinais. A formação de gases pode ser controlada com medicamentos, assim como podem ser utilizados laxativos, como a médico avalie a necessidade.

Outra dica bacana neste período é a atividade física como pequenas caminhadas.

O mais importante, no primeiro mês, é manter a amamentação e o descanso e receber o total apoio das pessoas que estiverem ao nosso redor. Isso tudo ajudará  evitar a conhecida depressão pós parto.