FEBRE

FEBRE

Como ser mãe não são só flores, esta semana pela primeira vez experimentei o aflito de lidar com a primeira febre da Larah.

A Larah estava boazinha e de uma hora para a outra a temperatura foi para 38,8. Eu já sou desesperada por natureza e minha reação não pode ser outra, corri dar banho quase frio na “bichinha”, e como não adiantou muito, fui com ela para emergência.

Como ela não apresentava outros sintomas, a pediatra orientou que eu deveria observar e se a febre persistir por 03 dias seria necessário avaliar novamente. Em muitos casos a febre desaparece sozinha e enquanto isso não acontece a orientação foi:

  • Antitérmico de 6 em 6 horas;
  • Não agasalhar demais o bebê, de preferência deixar com pouca roupa;
  • Banho morno pra ajudar a baixar a febre ou compressa fria;
  • Ingerir bastante água pra não ocorrer desidratação;

A primeira febre não é fácil, a preocupação é inevitável. O coração ficou apertadinho, uma série de interrogações tomou conta da minha cabeça e infelizmente sei que este processo faz parte e inevitavelmente irá se repetir algumas vezes.

A febre é uma indicação de que o organismo está combatendo algum tipo de infecção, Por isso, antes de se apavorar – como eu – é preciso lembrar que a elevação da temperatura faz parte do processo natural de combate à infecção, e ela em si não é necessariamente prejudicial ao bebê. Somente em bebês com menos de 3 meses é importante procurar o pediatra imediatamente.

A Larah ficou 5 dias com a febre indo e voltando e sem apetite de papas, só o leite do peito ela não rejeitava. Da mesma forma que veio a febre – de uma hora para outra – ela foi embora, e Graças a Deus nada sério aconteceu.

Febre

Neste período, como uma boa mãe de primeira viagem e blogueira, pesquisei algumas coisas sobre o tema e encontrei esta entrevista: Quem tem medo de febre? Que vale a pena dar uma lida, mas, encontrei muitas informações contraditórias e gostaria da sua opinião sobre estas dúvidas:

1- Agasalhar ou deixar o bebê  só de fraldinha 
Muitas pessoas orientam agasalhar para sudorese e também para “descer a febre”. Eu deixava a Larah com roupas leves ou só de fraldas e dei banho morno.  E você, qual sua prática?

2- Tempo de febre
Tem especialista que diz que a febre demora de dois a cinco dias – o tempo para o corpo se defender da doença, mas há muita gente que ensina que a gente pode ficar tranquila só até dois dias, depois é hora de correr para o consultório. Você espera até quando?

3- Febre pode ser os dentinhos nascendo
Assim que cheguei ao consultório do pediatra da Larah, perguntei se poderia ser os dentinhos e, para minha surpresa, ele disse que é mito este papo que os dentinhos nascendo cause febre. Você também acha que é mito?

Quero muito saber a opinião de vocês.