8 Dicas Para Melhorar o Desempenho Escolar

Volta às Aulas: 8 Dicas Para Melhorar o Desempenho Escolar

A participação dos pais é fundamental para o desenvolvimento educacional dos filhos

VOLTA ÀS AULAS: 8 DICAS PARA MELHORAR O DESEMPENHO ESCOLAR

 

Melhorar o Desempenho Escolar

Melhorar o Desempenho Escolar

A participação dos pais  é fundamental para o desenvolvimento educacional dos filhos

 Após 30 dias recheados de muita diversão, viagens, passeios e sem horários pré-estabelecidos para dormir ou até mesmo acordar, chegou o momento de voltar às salas de aula. Mas como garantir um retorno eficiente e produtivo para os estudantes no segundo semestre?

Mesmo com uma rotina cheia e exaustiva, a participação dos genitores é fundamental neste período e, principalmente, no cotidiano escolar. Recente pesquisa realizada pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) com os alunos do Ensino Fundamental, revela que os estudantes que possuem o acompanhamento dos pais, têm um rendimento até 60% maior do que aqueles que não dispõem dessa parceria.

O diretor da Ensina Mais Turma da Mônica, Camilo Carvalho, acredita que com  simples atitudes estabelecidas pelos pais dentro de casa é possível conquistar um eficiente  rendimento escolar e notas brilhantes no boletim, além de estreitar o relacionamento entre ambos.

Ø  FAÇA-O SE SENTIR IMPORTANTE: O momento da organização da mochila e lancheira escolar são  uma ótima oportunidade de fidelizar um elo com o filho. “Sempre dê opções e pergunte a sua preferência, assim mostrará que sua opinião é importante” comenta.

Ø  AJUDE NAS LIÇÕES CASA: Segundo a Unesco,alunos cujos pais acompanham o dever de casa apresentaram melhor desempenho. “A criança sente segurança quando os pais se disponibilizam a ajudá-la.  Por isso, sempre esteja presente, por mais que ele entenda o conteúdo, você pode auxiliar na interpretação de textos”, acrescenta.

Ø  ESTIMULE A LEITURA: O incentivo da leitura é muito importante para o desenvolvimento cognitivo infantil. Além de ajudar na imaginação, interpretação de textos, a prática enrique o vocabulário. “Ler histórias é a forma mais eficaz de gerar interesse pelos livros.  Quando os pais se sentam com os filhos para ler, criam um laço afetivo entre a criança e a literatura, além de ser um momento muito especial de interação familiar, algo tão importante nos dias de hoje”, afirma.

Ø  ESTABELEÇA HORÁRIOS: Nas férias, os horários foram menos rígidos, mas na volta às aulas é fundamental que a criança tenha uma agenda estabelecida para as tarefas, principalmente, na hora do sono, em que o ideal é que a criança descanse de 08 a 10 horas por noite. “ Após uma noite mal dormida, é difícil que o aluno tenha um bom rendimento na escola, por isso, fique atento a este fator”, esclarece.

Ø  CRIE VÍNCULO DE COMUNICAÇÃO: Estabeleça um diálogo sobre o dia a dia da criança. Não faça pressão, mas pergunte como foi na escola, se fez novas amizades. “ Esse tipo de atitude ajuda a ter uma noção de como é a rotina do seu filho e, a longo prazo, saberá quais são seus medos, dificuldades e será capaz de lidar com a situação”, afirma.

Ø  NÃO TOLERE FALTAS: Após a primeira semana de aula, é comum as crianças, principalmente as mais novas, fazerem chantagem emocional, dizendo que estão cansadas. Não caia nessa armadilha, explique os motivos pelo qual deve cumprir seu dia letivo e diga que aos finais de semana poderão se divertir bastante. “As ausências atrapalham o projeto pedagógico, pois as atividades se complementam e a falta de uma, compromete o resultado final”, comenta.

 Ø  INVISTA EM APOIO ESCOLAR: Se ao longo do semestre, perceber que o estudante ainda possui alguma dificuldade, seja em português, matemática ou até mesmo inglês, procure a ajuda de um complemento escolar. Desta forma, ele não ficará com dúvidas sobre as disciplinas e fechará com o boletim azul. “Buscar apoio educacional não significa que seu filho é inferior que o colega, mas é importante estar ciente que cada pessoa tem  seu jeito único de aprender”, explica.

Ø  BRINQUEDOS TECNOLÓGICOS: É cada vez mais comum vermos crianças utilizando celulares, tablets e iPads.. “Por isso, sempre invista em jogos que tragam conhecimento, como aplicativos de raciocínio, para estimular o aprendizado, desta forma, eles aprendem brincando” finaliza Camilo Carvalho, diretor da Ensina Mais Turma da Mônica.

Posts Relacionados

Melhor Adaptação na Escola Os primeiros dias de aula na vida de uma criança nem sempre é fácil para ela e também para a mamãe. Hoje vamos falar sobre algumas dicas para uma melh...
Ensino Infantil – O que as crianças aprendem... As aulas iniciaram e eu ainda não matriculei a Larah na escola. Ela acabou de completar 3 anos e no ensino infantil, com essa idade, ela ingressará no...
Escola – Entenda Algumas Orientações Pedagógicas... Escola – Entenda Algumas Orientações Pedagógicas Há cinco meses, voltei a trabalhar fora (leia mais aqui) e, neste primeiro ano, decidi deixar a Lara...

Posts Relacionados

Escola – Entenda Algumas Orientações Pedagógicas... Escola – Entenda Algumas Orientações Pedagógicas Há cinco meses, voltei a trabalhar fora (leia mais aqui) e, neste primeiro ano, decidi deixar a Lara...
Ensino Infantil – O que as crianças aprendem... As aulas iniciaram e eu ainda não matriculei a Larah na escola. Ela acabou de completar 3 anos e no ensino infantil, com essa idade, ela ingressará no...
Melhor Adaptação na Escola Os primeiros dias de aula na vida de uma criança nem sempre é fácil para ela e também para a mamãe. Hoje vamos falar sobre algumas dicas para uma melh...

Deixe um comentário!

*