A Larah ainda não dormiu longe de nós (nem sei se estou preparada psicologicamente quando esse dia chegar).

Sei que irei relutar bastante para deixar minha filha dormir fora de casa. Vejo muitas amigas deixando seus bebês na casa das avós para passar alguns dias fora com o marido  mas ainda não chegou a hora da Larah, até mesmo porque ela ainda mama. Mas sei também que o dia dela dormir fora de casa irá chegar e, para que este dia não seja desesperador, estou pesquisando sobre como amenizar o stress e encontrei 5 dicas bem bacanas e dignas de ser compartilhadas.

Dormir fora de casa pela primeira vez – Dicas de sobrevivência

dormir fora pela primeira vez

DORMIR

– Leve tudo o que ajuda seu filho a dormir bem. Ele tem uma naninha, mas esqueceu em casa? Volte para pegar (não, não serve o bichinho que está na casa da avó, por mais bonito que seja). Acabou a marca do leite que ele toma? Compre (eu já mandei uma similar certa vez e dei um trabalho danado para a avó, pois a pequena não queria tomar de jeito algum!).

– Não mostre que você está emocionada. Todo mundo que me conhece sabe que eu sou chorona imagina quando tiver que deixar minha pequena por uma noite toda longe de mim? Mas esta atitude só faz a criança chorar também.

– Faça seu filho dormir bem na noite anterior. Se a criança chegar cansada ao local em que ficará, a adaptação será mais complicada. Por isso, esforce-se ao máximo para que os dias anteriores sejam tranquilos e dentro da rotina, sobretudo a noite que antecede a saída de casa.

– Mande (muitas) trocas de roupa. Não hesite,  mande uma mala bem recheada para não correr o risco de faltar algo.

– Ocupe-se. Essa é uma dica para o bem-estar da mãe, não do filho. Porque nós sofremos também! De nada adianta deixar o filho dormir fora e consultar o telefone a cada cinco minutos, para checar se houve alguma ligação pedindo socorro. Programe um jantar com o marido, um filme ou mesmo uma pequena viagem. Dessa forma, o tempo passará sem que você se sinta angustiada. E aproveite, pois não é sempre que uma mãe consegue essas horas de descanso, não é mesmo?

Beijos,
Adri

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                    Fonte Aqui