LARAH - DORMIR

LARAH – DORMIR

Desde que a Larah nasceu, ela dormia quase que a noite toda, pelo menos 6 horas direto, e eu claro que me alegrei com isso, no entanto, assim que ela completou 06 meses, começou a dormir menos, passou a acordar a cada duas horas. Ela acorda chorando e só dorme quando pego no colo e dou o peito.

Tenho feito pesquisas para tentar entender o que pode estar acontecendo e encontrei muitos fatores que podem contribuir para o bebê não dormir corretamente a noite, no caso da Larah, o fator 08 e 09, foram os que mais têm relação com o despertar da Larah. Quando ela acorda vejo, que ela sente minha falta e precisa da minha presença para novamente dormir.

Fatores que contribuem para o bebê não dormir a noite

1- Próximo de dormir, estimular o bebê em excesso.

Quando estiver próxima a hora de dormir, o ideal é ir diminuindo o tom de voz, a luz do ambiente, o volume da televisão. As crianças não possuem botão de liga e desliga, não da para brincar, correr e pular e de uma hora para outra querer que a criança durma.

2- Falta de rotina.

Mudar constantemente os horários de comer, tomar banho e dormir, com certeza trará dificuldades para a criança adormecer. O ideal é procurar manter uma rotina e quebra-la somente em casos de necessidade.

3- Contar histórias que causam medo.

Vocês já pararam para prestar atenção nas antigas canções de ninar?  Quase todas são assustadoras: “Dorme nenê que a Cuca vem pegar…”  Lembro que quando eu era criança eu morria de medo da cuca, então esqueça dela, principalmente se a criança for maiorzinha, e entenda a letra. Na hora de dormir, cante musiquinhas bonitinhas ou conte historinhas com final feliz.

4- Esperar até que a criança fique bastante cansada

Nos primeiros sinais de cansaço a criança já deve ser levada para cama. Cansaço em excesso pode deixa-la irritada impedindo que ela tenha um sono tranquilo.

5 – Encher o berço de brinquedos

Procure separar os ambientes de brincar e de dormir para que a criança entenda que quando for colocada no berço o momento de brincar acabou.

6- Correr para ver a criança ao menor som de resmungo.

Os bebês resmungam mesmo e nem sempre isso significa que esteja chamando você. Ir ao quarto frequentemente pode até fazer com que acorde. No caso de choro, ou chamar você (se for maiorzinho) vá até o quarto mas, não pegue o bebê no colo. Converse com ele ainda no berço e o acalme. Se você pegá-Io, pode ficar ainda mais desperto.

7- Não deixar que o bebê tire uma soneca durante o dia.

Os bebês precisam de cochilos durante o dia e, suprimi-los, só vai piorar a situação. Mas é bom que o soninho da tarde não vá além das 17 ou 18 horas ou poderá atrapalhar o sono da noite.

8- Coloca-lo no berço apenas após dormir no colo ou na cama dos pais.

A criança tem o habito de conferir se está dormindo no mesmo lugar e se perceber a diferença, pode ficar assustada. Vá acostumando a fazê-la dormir no cantinho dela desde cedo.

9 – Fazer com que a criança dependa da sua presença para dormir.

Ela precisa aprender a pegar no sono sozinha, sem depender de um adulto para embalá-Ia ou para fazer companhia no quarto. O ideal é colocar o bebê no berço quando estiver sonolento e sair. São dicas que podem ajudar, o importante é fazer tudo com muito carinho e amor, garantindo sempre o conforto e tendo uma certa rotina nessas situações.

Com paciência e perseverança a criança acostumará com a rotina e não haverá mais dificuldades em  dormir.