Divirta-se mais com as crianças

Em consequência da vida estressante e cansativa que levamos,  sobra pouca disposição e tempo livre com as crianças. As poucas horas que dispomos com os pequenos são praticamente consumidos com as atividades disciplinadoras. Passamos o dia dando ordens, “vá tomar banho!, “já escovou os dentes?”, “fez a tarefa?” e quando nos damos conta, está na hora de dormir. E os momentos de alegria e diversão quase que não existem mais.

Quem aqui não ama ouvir uma boa gargalhada das crianças? Eu amo ver e ouvir as gargalhadas da Larah, mas, confesso que nos dias que isso não acontece, sinto culpa de ir dormir pensando que poderia ter sido diferente.

Muitas vezes, com pequenas mudanças de atitudes, podemos tornar os dias mais prazerosos e arrancar algumas gargalhadas das crianças. Abaixo relaciono 05 dicas para ser uma mãe mais divertida.

DIVIRTA-SE COM AS CRIANÇAS

DIVIRTA-SE COM AS CRIANÇAS

Rotina – Quebre-a

Sabemos que com crianças, para que as coisas funcione bem, precisamos manter uma rotina na criação deles e se em sua casa vocês também seguem uma rotina, a primeira dica para ser uma pessoa divertida é: quebre a rotina! Ex.: Vá dormir depois do horário ou faça um lanche no lugar do jantar. Mas somente em ocasiões especiais. Tenho certeza de que são essas as ocasiões que vão para a memória das crianças.

Brincadeiras bobas

Guerra de cosquinhas, ataque de beijos, pulo maluco, campeonato de careta… todas essas brincadeiras bobas, mas especiais porque são de vocês estão valendo. É uma delicia a aproximação e intimidade que as brincadeiras proporcionam entre os pais e filhos. E você, já tem uma brincadeira boba especial? Se não, que tal criar uma?

Crie eventos de família

Que tal criar a noite do cinema em família aos domingos, café da manhã especial aos sábados ou festa do pijama? Tenho certeza que a div ersão será garantida!

Invente músicas

Pegue uma ou várias músicas e mude a letra. Imaginem que legal uma música só de vocês?  Se tiver uma dancinha boba para acompanhar a música, melhor ainda.

Brinque, mas brinque de verdade!

Essa é a mais simples e talvez a mais difícil. Você não só pode como deve superar o cansaço e o medo do ridículo e mergulhar com tudo no momento de brincar. Eu sei que não é sempre que a gente está com disposição e nem todas as brincadeiras são gostosas para você, mas tem que ter alguma coisa que seja prazeroso para você e divertido para os pequenos também. Mesmo que o tempo para brincar seja pouco

Fonte de Pesquisa: Hospital Infantil Sabará