Com apenas alguns bons hábitos, a qualidade da alimentação dos pequenos e o desejo de comer pode melhorar muito durante as refeições.

refeições

refeições

Dicas Preciosas Para Ajudar Na Hora Das Refeições

Quando a Larah está entretida nas brincadeiras ou ligada nos vídeos do Youtube, ela utiliza truques como manha, choro e até birra para não comer o “papa”, sem contar que ela já identifica e recusa alguns alimentos e, todos os dias, a hora das refeições tornam-se um desafio.

Para facilitar minha vida, fiz algumas pesquisas e reuni algumas dicas para utilizarmos na hora das refeições dos pequenos, tem ajudado muito por aqui, espero que te ajude também, vamos a elas:

1- Evite bebidas

As bebidas por si só já tem o “poder” de reduzir o apetite, com isso, evite dar bebidas durante as refeições. Prefira oferecer água e sucos naturais durante o decorrer do dia.

2- Tranquilidade 

Faça a hora da refeição um momento de tranquilidade e paz. Espere que a criança aprecie a refeição comendo devagar e mastigando bem os alimentos.

3- Não force o consumo

Se não quer comer, não force o consumo de nenhum alimento, mude a atitude e ofereça inúmeras vezes até ele resolver experimentar.

4- Preste atenção

Caso a falta de apetite persista, preste atenção tentando descobrir se é temporário ou se está relacionada a algum outro fator. Caso o problema persista, converse com o pediatra.

5- Nem pense em chantagens

Acontece muito pais fazerem chantagens para que os filhos comam tudo, no entanto, nenhum tipo de chantagem é aconselho. Com essa tática, as crianças passam a comer ou fazer qualquer outra atividade por obrigação e não por hábito.

6- A quantidade é importante

Opte por dar pequenas quantidades e aumente a frequência das refeições.  O ideal é que se ofereça pelo menos três refeições e dois lanches por dia, sendo que nos lanches, inclua opções de frutas.

7- Não esqueça as verduras e legumes

Como todos nós já sabemos, verduras e legumes são fontes riquíssimas de vitaminas e minerais e, para prevenção de doenças e aumento da resistência das crianças, inclua verduras e legumes, se possível, em todas as refeições.

Fontes de pesquisa:
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/sas_dab_caderneta_da_crianca_2007_menor.pdf
http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/profunc/aliment.pdf