A depressão vem se tornando a alguns anos a doença mais comum do mundo. Essa doença agora, não só procura atingir adultos mas também já começa a dar sinais de que está acometendo crianças, o que deixa as mães de plantão completamente preocupadas com essa possibilidade.

Depressão Infatil

Depressão Infatil Fonte: enfermagemurgenciaemergencia.blogspot.com.br

Identificar e tratar uma depressão infantil

A depressão infantil pode ter seu inicio aos 4 anos de idade, e embora seja uma condição ainda ligeiramente “rara” para as crianças, ela de fato pode acontecer.

Continue lendo para identificar e tratar uma depressão infantil.

Como identificar?

O grande problema é que identificar a doença não é nada fácil por que seus sintomas são relativamente comuns e podem indicar várias outras doenças ou até mesmo uma particularidade do comportamento do seu filho.

Portanto, apenas como uma linha geral, veja alguns dos sintomas da depressão infantil logo abaixo:

  • Alteração constante de humor ( choro fácil e a irritabilidade podem ser sintomas )
  • Ansiedade
  • Falta de atenção ( o que leva consequentemente a um baixo rendimento escolar )
  • Cansaço ou perda de energia
  • Dores frequentes ( na cabeça, barriga ou nas pernas )
  • Sentimento de rejeição
  • Possíveis variações no peso

Agora que você já sabe identificar alguns dos comportamentos/sintomas da depressão infantil veja abaixo como tratar.

Como tratar?

O tratamento normalmente consiste apenas na psicoterapia e da orientação dessa criança pela família e pelos pais. Raramente um diagnostico de depressão infantil será tratado com medicações antidepressivas ( como fluoxetina por exemplo, que é muito utilizada para adultos como descrito no FimPRO.com.br ).

Uma outra informação é que a depressão infantil é favorecida com um diagnostico antecipado ( quanto mais cedo melhor ) para que se consiga chegar na cura da doença.

Uma criança que é acometida pela depressão pode ter seriamente sua vida “arruinada” ao longo do tempo por começar a desenvolver aflições cada vez maiores, e começar a ter comportamentos cada vez mais autodestrutivos.

A dor de uma criança com depressão infantil é muito grande, o que ressalta mais uma vez a importância dos pais e da família terem que fazer o seu papel fundamental em casa, ajudando a criança a passar por esse momento difícil.

Algumas ressalvas

A depressão infantil por mais que tenha uma lista de sintomas ela é de difícil diagnóstico.

Apenas um psicólogo com especialidade em atender crianças é recomendado para conseguir fazer esse diagnóstico de maneira correta, e é também o único profissional capacitado para fazer o tratamento do seu filho ou filha.

Uma outra informação importante é que a depressão infantil pode ter seus sintomas “mascarados” por algum outro tipo de comportamento especifico que a criança cria para funcionar como uma válvula de escape, nesse caso, os comportamentos são quase sempre autodestrutivos ( como se machucar ) e/ou autodepreciativos ( sempre fala mal de si mesmo ).

Por mais que esses dois últimos comportamentos sejam em um primeiro momento bem ruins, na verdade eles são um dos comportamentos principais a serem observados e são a chave para um diagnostico bem feito.

Hoje, a depressão infantil ainda é rara e acomete pouquíssimas crianças no Brasil, embora esse número venha crescendo.

Bom, pessoal, por hoje é só! Espero ter ajudado e até a próxima 😉

elizabeth