A epilepsia afeta cerca de 50 milhões de pessoas no mundo, principalmente crianças e idosos

A Danone realizou um workshop sobre epilepsia para influenciadores com o objetivo de trazer informação e conhecimento sobre o tema, além de ressaltar que pequenas mudanças na rotina podem gerar uma qualidade de vida muito melhor para as pessoas afetadas – número que já chega a quatro milhões apenas no Brasil.

Danone No Combate a Epilepsia

Danone No Combate a Epilepsia

Nossos convidados

A mediação do evento foi realizada por Carol Melhem e Elam Lima, do Canal do YouTube “Cuca de Pai Cachola de Mãe”.

Os convidados para aprofundar o tema e trazer mais conhecimento técnico ao debate foram: Dra. Laura Guilhoto, especialista em neurologia pediátrica e membro da Associação Brasileira de Epilepsia; Marcela Gregório, nutricionista especializada em Dieta Cetogênica; Nívea Colin, psicóloga e fundadora do blog “Mães da Epilepsia”; Eduardo Caminada, paciente com epilepsia refratária desde os três anos e autor do livro e blog de mesmo nome “Viva com epilepsia”.

As mães Edilene e Betânia, cujas filhas seguem a dieta cetogênica no tratamento da epilepsia, emocionaram a todos com declarações reais e envolventes sobre a batalha que travam diariamente a favor da vida de suas pequenas.

Sobre a epilepsia

 Epilepsia: distúrbio cerebral duradouro causado por predisposição a gerar crises epiléticas e pelas consequências neurológicas, cognitivas, psicossociais e sociais da condição, devendo ter ocorrido pelo menos uma crise epilética.

 Em 400 anos A/C, já havia indícios de pessoas que viviam com epilepsia, mas, na época, essa era citada como uma doença sagrada. Até que Hipócrates trouxe à tona sua percepção de que aquelas ocorrências não eram divinas ou religiosas, e sim, uma doença como todas as outras.

Com o passar do tempo foi descoberto que a causa da epilepsia é apenas uma: o cérebro. Ou seja, a doença pode atingir qualquer pessoa ou animal que tenha cérebro, mas os casos mais comuns de desenvolvimento são na infância ou durante a terceira idade.

Existem outras formas de crise epilética, que não é apenas a convulsiva. Isso varia de qual área do cérebro a crise se origina.

A maior parte dos casos da doença é congênita (desenvolvida durante a gestação), mas também pode ser adquirida com o tempo, pela combinação de ações biológicas e psicossociais, como por uma doença (meningite) ou trauma de crânio, por exemplo.

Boa parte da qualidade de vida dos pacientes está na disciplina em usar as medicações na dose e no horário certos. Além disso, é fundamental que o paciente durma cedo e ao menos 8 horas diárias.

A importância da dieta cetogênica para pacientes com crises refratárias 

Apenas 1/3 do total de epiléticos não conseguem tratar a doença apenas por medicamentos. Para esses pacientes, chamados de epiléticos refratários, a dieta cetogênica é uma alternativa que suprimi as crises epilépticas.

Essa dieta tem como base 90% de gordura e todos os alimentos presentes são rigorosamente calculados e pesados, fazendo com que ela seja uma medida que requer total dedicação e atenção de quem a prepara.

Em casos de indicação ao tratamento nutricional, a Danone tem o produto Ketocal, uma dieta cetogênica para crianças com epilepsia refratária a medicamentos que contém 4g de gordura para cada 1g de carboidratos + proteínas e é adicionado de todas as vitaminas e minerais em quantidades balanceadas, contribuindo para o alcance e manutenção do estado de cetose e o alcance das metas nutricionais. KetoCal pode ser administrado por via oral e/ou por meio de sonda nasoenteral, gastrostomia ou jejunostomia. O produto pode ser consumido puro ou misturado a outros alimentos ou em preparações culinárias – misturado a outros alimentos possibilita preparações culinárias, o que diversifica o cardápio da criança e contribui para a adesão da dieta oral restrita.

 Mitos e verdades sobre epilepsia 

  • Não é contagiosa
  • Não se deve puxar a língua da pessoa durante uma crise convulsiva
  • Não é hereditária
  • Não é causada por problema espiritual
  • A pessoa com epilepsia não tem necessariamente problema mental
  • A pessoa com epilepsia pode trabalhar na maior parte das ocupações

 Conduta durante a crise convulsiva

  • Manter a calma
  • Deixar a pessoa deitada de lado, com a cabeça elevada em local plano
  • Proteger a cabeça da pessoa
  • Não puxar a língua da pessoa durante a crise
  • Não dar nada para ela beber ou comer. Isso pode causar sufocamento.
  • A crise cede após alguns minutos e é seguida por confusão. Se ocorrerem várias crises, leve a pessoa ao hospital

 Como é a vida de uma pessoa epilética

 Eduardo Caminada, que é formado em matemática, física e tem pós-graduação em estatística, contou um pouco de como foi ser uma criança epilética e como essas barreiras o ajudaram a se tornar quem é hoje.

Por meio de seu emocionante relato, ele mostrou como o preconceito esteve presente em sua vida e o quanto a conscientização da população sobre a doença é importante para que menos crianças passem por situações como essas. Uma de suas falas mais marcantes dizia: “As pessoas precisam entender que a epilepsia não é a vida da pessoa, a epilepsia apenas faz parte da vida dela. O pior preconceito é o que temos com nós mesmo. Por isso é importante parar de lutar contra a epilepsia e começar a lutar a favor da própria vida”.

Sobre a Danone

O Grupo Danone é um dos líderes mundiais no setor de alimentos e reúne quatro divisões: Produtos Lácteos Frescos, Early Life Nutrition, Nutrição Especializada e Águas. Sempre de forma inovadora e saborosa, a Danone está presente em mais de 140 países nos cinco continentes, conta com mais de 104 mil colaboradores e 190 fábricas.

Presente no Brasil há mais 40 anos, desde o lançamento do primeiro iogurte com polpa de frutas à variedade de opções dos dias de hoje, a Danone revolucionou os hábitos de consumo e conquistou o paladar dos brasileiros, consolidando-se como sinônimo não só de iogurte, mas também de nutrição, saúde, qualidade e inovação. Por meio de projetos e mobilização de parceiros (governo, entidades privadas e públicas), deseja conscientizar sobre a importância de uma dieta balanceada e a prática de atividades físicas. No Brasil o portfólio é composto por marcas de sucesso como Activia, Danoninho, Bonafont, Sustain, Souvenaid, entre outros.