Assadura – O que causa

A umidade é a principal responsável por causar assaduras. Os bebês, principalmente os recém-nascidos fazem xixi e coco o tempo todo e mesmo as fraldas “boas”, com poder de absorção conseguem proteger de toda a umidade e do contato com a pele do bebê. Se a troca de fralda demorar, provavelmente haverá assadura. Mas, mesmo com as trocas constantes de fraldas, se o bebê tiver a pele muito sensível, a assadura pode aparecer.

Para bebês maiores como a Larah, a causa mais certa de assaduras, está relacionada a mudanças na alimentação ou a diarreia.

ASSADURA

ASSADURA

Como tratar a assadura

Manter o bebê sempre limpo e seco com trocas constantes de fraldas. Se a temperatura e o clima ajudar, deixe um pouquinho sem fraldas para a pele “respirar”.

Experimente também trocar a marca da fralda descartável, ou então de sabão no caso de fraldas de pano (lembrando que os médicos costumam recomendar, nesta fase, usar sabão de coco). Isso eliminará o problema se a causa principal for alérgica.

Uma assadura normal tem de melhorar depois de cerca de dois dias de tratamento comum, com os cremes tradicionais usados para prevenir a irritação (normalmente à base de óxido de zinco, vitaminas A e D, lanolina, calêndula e óleos). Não use pomadas com corticoides sem falar com o médico.

Se depois desse período de dois dias a assadura não tiver ido embora, ou tiver piorado, fale com o pediatra, pois deve haver algum outro tipo de infecção, fúngica ou bacteriana, que exija tratamento específico.

Como prevenir as assaduras

A melhor defesa contra a assadura é um bumbum sequinho. Siga cinco passos básicos:

  • Troque a fralda do bebê assim que possível, se ela estiver encharcada ou com cocô.
  • Limpe a área dos órgãos genitais do bebê com cuidado depois de cada cocô, e deixe-a bem seca antes de fechar a fralda.
  • Passe uma fina camada de pomada antiassadura no bumbum do bebê, como as de óxido de zinco. Não use talco – ele pode ser aspirado pelo bebê e ir para os pulmões.
  • Não aperte demais a fralda. É preciso deixar espaço para o ar circular e a pele do bebê poder respirar.
  • Evite o uso de amaciante nas roupas do bebê.
  • Quando seu filho começar a comer alimentos sólidos, não dê muitas novidades ao mesmo tempo. Assim fica mais fácil perceber se a assadura se deve a alguma alergia alimentar.
Fonte de Pesquisa: Baby Center